Copa do Mundo de Futebol e os ranzinzas de plantão – Por Rosan da Rocha

Após ler e escutar os argumentos, alguns até ofensivos, de pessoas indignadas com o povo brasileiro que torce pela seleção nacional de futebol, resolvi refletir sobre:

Corruptos e maus políticos existem em todos os países do mundo.
A falta de um bom serviço em saúde, segurança e educação já vem de tempos, não é exclusividade do nosso país, tampouco culpa do esporte.
Se estas situações devessem definir a decisão de um povo sobre torcer ou não para seleção nacional, raros países jogariam a copa do mundo e teriam torcedores.

A Copa do Mundo de futebol, assim como as olimpíadas, é um evento de união de povos, de solidariedade, de alegria, onde a população do país resolve se vestir com as cores de sua pátria para festejar e comemorar.

Quanto a FIFA, assim como o COI ( Comitê Olímpico Internacional), é uma entidade não governamental que comanda e disciplina o futebol mundial, com propósito de lucros astronômicos, como qualquer empresa, levando diversão e alegria aos consumidores.

Existe corrupção na FIFA, assim como existe no COI, que a cada quatro anos também organiza um evento mundial muito bem aceito e visualizado por outros tantos milhares de consumidores. Contudo, as irregularidades nessas instituições, não tiram o brilho dos atletas que, pessoas geniais, ao realizarem espetáculo , estimulando pessoas a prática esportiva, fazem a alegria de milhares de seres humanos mundo afora.

Quanto aos jogadores das seleções, se ganham milhões de reais, é pq quem os paga recebe, no mínimo, três vezes mais. Não há mal algum nisso, é o mercado tratando-os como um produto e, eles, jogadores, artistas talentosos, sabendo disso, se valorizam ao máximo.

O que fazem com o dinheiro que ganham, é problema deles.
Portanto, torcer para a Seleção Brasileira de Futebol não é torcer para a FIFA ou CBF; Não é ser a favor da corrupção ou da má aplicação de recursos públicos.

Torcer para a Seleção de futebol nacional é desejar que o país, BRASIL, continue mostrando que, ao menos no futebol, ainda somos um dos melhores do mundo.

Para os ranzinzas de plantão, a Copa do Mundo é um mal para o país, mas assistem as olimpíadas.

Para os ranzinzas de plantão o povo não deveria assistir a seleção jogar, não deveria torcer, não deveria vestir verde e amarelo e não deveria comemorar a vitória como se, assim agindo, em um passe de mágica, os corruptos desaparecessem.

Aliás, se nesta época, aumentar o pão, o ônibus, a gasolina, o dólar; Se soltarem um criminoso ou prenderem um inocente, os ranzinzas falarão que é culpa da Copa do Mundo de Futebol.

É bom lembrar que muitos desses ranzinzas são incapazes de realizarem manifestações populares, passeatas contra a corrupção, pedindo melhorias para as classes menos favorecidas. Preferem ficar em casa, confortável, dando palpites pelas redes sociais.

O mais importante é exigir que as instituições continuem funcionando, investigando e punindo os corruptos. Que o brasileiro possa continuar escolhendo seus governantes através do voto, mas com consciência, conhecimento e seriedade, bem como fiscalize e cobre do político, depois de eleito, o cumprimento de suas promessas de campanha.

Se não gosta de futebol, se não gosta de esporte, é só não assistir.
Mas deixa o povo, mormente os mais sofridos, ainda poder escolher como se divertir, juntar família e amigos, comemorar e gritar: SOU BRASILEIRO, COM MUITO ORGULHO, COM MUITO AMOR.

Via Promotor Rosan da Rocha

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *