Confira quem pode se vacinar na nova fase prioritária contra Covid-19 em Balneário Camboriú

Balneário Camboriú iniciou, no último sábado (08), a vacinação da nova fase prioritária que envolvem pessoas com síndrome de down, transplantados, gestantes, deficientes e pessoas com comorbidade. Confira abaixo quem está apto a receber as doses contra Covid-19:

*Importante:* Fique atento as matérias e divulgações da vacinação em Balneário Camboriú para saber quais são as faixas a serem vacinadas, os locais e os horários de vacinação.

*A partir dos 18 anos*

– Pessoas com síndrome de Down;

– Pacientes renais crônicos em hemodiálise;

– Transplantados;

– Gestantes e puérperas (passaram há menos de 45 dias pelo parto) com comorbidades;

– Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC);

*Pessoas com comorbidades, entre 55 a 59 anos. Confira a lista de comorbidades:*

*Importante:* As pessoas com comorbidades precisam apresentar atestado médico *original e cópia*, assinada com CID, válido por um ano, comprovando a comorbidade. Além de documento oficial com foto e comprovante de residência.

– Autistas;

– Diabetes mellitus;

– Hipertensão Arterial;

– Obesidade mórbida (IMC ≥ 40);

– Cirrose hepática (Child Pugh A, B ou C);

– Anemia falciforme;

– Doença renal crônica (TFG <60 e ou Sd. Nefrótica);

– Pessoa portadora de HIV (Independente de valores de carga Viral e linfócitos CD4);

– Pneumopatias crônicas graves (DPOC, fibrose cística e pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave);

– Pessoas com deficiência permanente não cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC);

– Doença cerebrovascular (Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular);

– Imunossuprimidos (Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; Doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; Demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; Neoplasias hematológicas);

– Doenças cardiovasculares (Insuficiência cardíaca; Cor pulmonale; Hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Angina estável; Cardiopatia isquêmica; IAM prévio; Lesão valvar com repercussão hemodinâmica; Portadores de próteses valvares; Miocardiopatias; Pericardiopatias; Cardiopatias congênitas com repercussão hemodinâmica; Fibrilação; Flutter atrial; Aneurismas e Dissecções de aorta e grandes vasos);

– Deficiência física permanente (Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas; Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo; Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos; Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc.).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *