Compra de cestas básicas com preço superfaturado é investigado pelo MPSC e vira CPI em Camboriú

Nessa quinta-feira (21) em meio a Pandemia do novo coronavírus recebemos a notícia da possibilidade de instauração de uma nova CPI em Camboriú. Se aberta, essa será a terceira que o atual governo terá que enfrentar.

Segundo informações do jornalista Paulo Roberto Silva, a vereadora Jane Stefenn que agora está no PSL do governador Carlos Moisés já fez denúncia no MP.

NA CÂMARA DE VEREADORES

Vereadores receberam a denúncia que os sacolões adquiridos para serem distribuídos para população carente por conta da pandemia do coronavírus, teriam sido superfaturados em mais de 60%.

Assinaram o pedido de abertura de uma CPI a vereadora Márcia Freitag (PSDB), que fez o requerimento que foi assinado por seus pares
Roberto Lucio de Oliveira (DEM),
Adriano Gervásio (PSDB),
Victor Hugo Branco Piccoli (DEM),
Jane Stefenn (PSL) e
Marcio Antônio Pereira (PSDB).

A denúncia envolve o nome de uma vereadora da cidade. Andréia de Souza Machado, MDB e que na época era Secretária de Assistência Social do município e teria autorizado a compra das cestas básicas supostamente superfaturadas.

A CPI deve apurar se houve corrupção e se existe envolvimentos de agente públicos os empresários.

O que diz Prefeitura de Camboriú

Segundo a assessoria do prefeito o está tranquilo.

“Não é surpresa uma nova CPI, pois a Câmara de Vereadores já abriu outras e em ano eleitoral querem novamente criar um fato político. Uma delas, inclusive, já arquivada pela Justiça. O próprio prefeito pediu a abertura de uma Sindicância para apurar os fatos e o bloqueio de pagamentos à empresa. A Prefeitura está a disposição das autoridades, como sempre esteve, com total transparência.” Disse a nota

O que diz a Vereadora Andréia

A vereadora diz estar tranquila.

“Estou preparando uma defesa para apresentar, mas estou bem tranquila em relação a isso.

Andréia também disse que a pessoa que fez a denúncia não tem nem caráter e índole pra fazer essa denúncia.

Veja também:
Educação de Camboriú esclarece dúvidas sobre aulas não presenciais  

AJUDE ESSA CAMPANHA

ANUNCIE NO ‘O JANELÃO’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *