Coleta e tratamento de esgoto ajudam na melhoria da qualidade de vida

Os serviços de coleta e tratamento dos esgotos levam à melhoria da qualidade de vidas das pessoas, sobretudo na saúde das famílias, com redução da mortalidade infantil, aponta o Instituto Trata Brasil. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para cada real investido em saneamento, quatro reais são economizados em saúde pública.

 

Há uma série de doenças propícias à exposição a esses ambientes. As mais comuns são: Leptospirose, disenteria bacteriana, esquistossomose, febre tifoide, cólera, parasitoides e o agravamento dos casos de dengue.

 

Essa informação faz todo sentido quando se olha para a possibilidade de Camboriú receber um sistema de captação e tratamento de esgoto. Além disso, a má qualidade da água, destino inadequado do lixo, má deposição de dejetos e ambientes poluídos são fatores cruciais para a proliferação de doenças.

 

“Investir em saneamento não contribui apenas para a redução dos gastos com saúde, como melhora a taxa de mortalidade infantil e o número de casos de doenças infecciosas. E esses índices são importantes quando se fala em IDH (Índice de Desenvolvimento Humano)”, lembra a presidente da Águas de Camboriú, Reginalva Mureb.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *