Cidades de Santa Catarina decretam LOCKDOWN para conter avanço do coronavirus; outras regiões podem seguir o mesmo caminho

Ao menos 18 cidades do Estado de Santa Catarina assinar uma resolução de fechamento total por nove dias..

A Prefeitura Municipal de Tubarão no Sul do Estado de Santa Catarina, decretou Lockdown para conter o avanço do novo coronavirus, os prefeitos de 17 cidades da região sul, assinaram uma resolução se comprometendo a replicar a medida nas demais cidades. As medidas estão previstas para durar 9 dias todas as atividades não serão suspensas.

Tubarão é a cidade que concentra os leitos para tratamento de covid-19 na região. O número de pessoas infectadas na cidade passou de 540 para 940 em 10 dias, números bem abaixo os municípios da nossa região como Balneário Camboriú, Itajaí, Navegantes e Camboriú.

Apesar de não será a região mais afetada pelo coronavírus, a partir dessa quinta-feira, 16 nos 18 municípios da região dá Amurel, que compreende Tubarão, Laguna, Braço do Norte, Imbituba e cidades vizinhas irão iniciar um Lockdown.

“Foi uma medida inevitável diante da falta de leitos nos hospitais. Nós acreditamos que essa decisão pode ser em inclusive aplicada para outras regiões no Meio Oeste, Vale do Itajaí e região de Blumenau”. Afirmou Orildo Severgnini Presidente da Federação Catarinense dos Municípios.

O presidente da Federação Catarinense disse que o governo do estado se comprometeu em dar infraestrutura de forma regionalizada, mas no meio do caminho abandonou administrações locais.

Até agora o estado de Santa Catarina apresentou números positivos, tendo como parâmetro a menor taxa de letalidade do Brasil 1,18. Porém o acrescente avanço da doença em Santa Catarina exige medidas a serem adotadas mais rígidas nos próximos dias.

Atualmente Santa Catarina tem mais de 46 mil casos confirmados e mais 500 óbitos confirmados e o número de internações no estado não para de aumentar e diversas unidades de atendimentos tem comunicado que chegaram no limite da capacidade de atendimento.

GOVERNO DO ESTADO NÃO SE ENTENDE COMO MUNICÍPIOS

O Governador do Estado Carlos Moisés declarou que alguns municípios inclusive rejeitaram novos leitos de UTI, isso repercutiu imediatamente. Entre alguns Municípios que se manifestaram está Balneário Camboriú e o próprio Presidente da Federação Catarinense dos Municípios que disse falta parceira do governo com municípios.

“A gente percebeu que nós tomamos a iniciativa de tentar abrir leitos de UTI em alguns municípios, em algumas regiões e que houve quase que certa rejeição, não que não teve boa vontade de colocar isso em prática. A alguns equipamentos foram rejeitados e outros foram transferidos para outros municípios.” diz Governador Carlos Moisés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *