Carlos Haacke pede exoneração da EMASA por não concordar com o prefeito Fabrício Oliveira

Sexta-feira(6) será o último dia de Carlos Haacke à frente da Emasa.

Carlos Haacke, diretor geral da empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) de Balneário Camboriú, pediu o chapéu. Amanhã será o último dia dele à frente da autarquia.

Segundo Carlos Haacke, ele pediu a exoneração por não concordar com a decisão do prefeito Fabrício Oliveira (PSB) em tirar dinheiro do orçamento da Emasa para equilibrar as contas da prefeitura.

Na interpretação do chefão da Emasa, essa manobra é ilegal e ele não quer ser processado por isso.

Em Itajaí, o prefeito Volnei Morastoni tomou a mesma medida e nesta quinta-feira a justiça cancelou o decreto que permitia a retirada de dinheiro do orçamento do Emassa.

Por Sandro Silva
Via Jornal O Diarinho

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *