Camboriú realiza ações de prevenção contra uso de pipa com cerol

Camboriú realiza trabalho de conscientização sobre os perigos de soltar pipa próximo a rede elétrica e com cerol.

Nessa tarde de terça-feira (12) o Núcleo de Prevenção de Drogas e Pedófila realizou em conjunto com a PM, rondas nos bairros Monte Alegre, Tabuleiro, Conde Vila Verde e Rio Pequeno no intuito de conscientizar as pessoas sobre o uso de pipas.

Segundo informações foram localizadas 25 pessoas soltando pipas, sendo 02 adultos, 11 adolescentes e 12 crianças. O de maior idade tinha 25 anos e havia uma criança de 04 anos, sendo que a grande maioria não usava cerol.

Nesse primeiro momento todos foram orientados e cerol foi recolhido. A  informação, é que outras operações serão realizadas durante está semana.

Orientação

A Lei Municipal nº 2616/2013, proíbe a prática de empinar pipas nas ruas públicas em locais que estejam a menos de 200 metros de qualquer ponto de fiação elétrica. Também fica proibido no âmbito do município o uso de linhas com substâncias ou elementos cortantes, conhecidos como cerol ou similares.

Está previsto multa em caso de descumprimento da lei de 5 a 20 Unidades Fiscais do Município (UFMs), que é no valor de R$35,22. Sendo menor o infrator, o valor da multa será exigido de seus pais ou responsáveis.

Já a lei estadual de 200 proíbe a venda de cerol e também o uso de materiais cortantes em pipas. Além da apreensão do objeto, o infrator pode ter que pagar multa de R$ 200, e se for menor de idade quem responde é o responsável legal.

“Mais do que conscientização, é preciso aplicação das leis e realizar um fiscalização mais rigorosa, afinal vidas estão em risco”

Antes tarde do que nunca

A Prefeitura de Camboriú, por meio da Defesa Civil, com apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), lançaram a campanha Cerol Não é Brincadeira, para conscientizar sobre os riscos do uso da pipa com cerol.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Adelson Maçaneiro, o objetivo da campanha é sensibilizar os moradores de Camboriú sobre os riscos que a brincadeira com pipa representa, se for utilizado material cortante (cerol).

“O uso do cerol pode causar acidentes graves com pedestres e motociclistas, danos em fiações elétricas e até choques. Neste período de quarentena há mais utilização da pipa, por isso lançamos esta campanha de conscientização”, ressaltou.

Nos últimos dias dezenas de denúncias foram reportadas e alguns acidentes foram registrados na região. Ontem em Itajaí um fábrica clandestina de cerol foi fechada pela PM.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *