Bombeiro Lopes que sofreu queda de bicicleta na estrada da rainha morreu

O soldado teve traumatismo craniano e morreu na madrugada deste sábado (10) após cerca de um mês internado.

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina está de luto. Na madrugada deste sábado (10) o soldado Jeferson Fonseca Lopes morreu após sofrer um acidente de bicicleta. O bombeiro teve traumatismo craniano e estava internado há cerca de 30 dias em um hospital no litoral catarinense.

A morte havia sido comunicada no dia 18/06, mas os bombeiros se manifestaram e admitiram que se precipitaram, em divulgar a morte do soldado Lopes, naquela época.

Hoje infelizmente o soldado Jeferson Fonseca Lopes, 29 anos morreu.

Bombeiro Militar morreu na madrugada deste sábado (10) em Itajaí  Foto: Divulgação/CBMSC/ND

O soldado de 29 anos estava atualmente lotado no 15° Batalhão de Bombeiros Militar, na cidade de Rio do Sul, mas passava as férias em Balneário Camboriú quando sofreu o acidente de bicicleta. Desde então, o bombeiro militar ficou internado no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí.

PUBLICIDADE

Apoio O Janelão

Jeferson será velado na capela do Cemitério Parque dos Crisântemos, em Itajaí. Após o velório, haverá um cortejo que acompanhará o corpo do bombeiro até o crematório, que também fica em Itajaí. A saída do cortejo está marcada para este domingo (11), às 9h.

Em nota, o comando do CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina) afirmou ser um momento difícil e agradeceu o soldado pelos serviços prestados aos cidadãos catarinenses.

Relembre o caso

Jefferson Fonseca Lopes sofreu o acidente na noite do dia 18 de junho, na descida da estrada da rainha, no sentido da Praia Brava.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar, quando os socorristas chegaram ao local, o soldado estava inconsciente, com sinais de traumatismo cranioencefálico severo, pulso fraco, e respiração agônica, além de hemorragia no nariz e no ouvido.

Ele foi estabilizado e encaminhado pelo Samu (Serviço de Atendimento de Urgência Móvel) ao Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí.

Os bombeiros chegaram a informar que o soldado havia tido morte cerebral, mas ele segue com atividade cerebral, em coma, no Hospital Marieta.

Formado na turma de 2019

O soldado é solteiro e faz parte da corporação do 15º CBM de Rio do Sul. Segundo o segundo-tenente do Corpo de Bombeiros Militar, Daniel Lopes Gonçalves, ele se formou na turma de soldados de 2019 e atuou na operação veraneio em Balneário Camboriú. No fim de fevereiro iniciou os trabalhos em Rio do Sul. Na hora do acidente ele estava em seu horário de folga.

Fonte: Redação ND+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *