Balneário Camboriú deve licitar obra do alargamento da Praia Central que custará R$ 85 milhões na próxima semana

Dia 08 de junho deverá ser realizada a licitação do alargamento da praia Central de Balneário Camboriú. 

Em plena crise financeira nacional, em Balneário Camboriú o atual prefeito, Fabrício Oliveira, deseja investir num empréstimo de R$ 85 milhões no alargamento da Praia Central. Até aí tudo bem, mas em pleno andamento de uma pandemia, que não se sabe quando vai acabar? A prefeitura já tem informações de qual o impacto financeiro que a cidade vai sofre por conta da pandemia?

A OBRA

Para muitos o alargamento da praia é uma obra totalmente desnecessária e que só serve para atender aos interesses políticos e de grupos empresariais, para outros a outra é importante e vai trazer ganhos paga a cidade que é turística.

Para Júlio César Cardoso, Bacharel em Direito e servidor federal aposentado Balneário Camboriú não preciso dessa obra.

“É uma inverdade que se trata de obra de sobrevivência econômica da cidade. Balneário Camboriú até hoje sobreviveu e muito bem com o dinheiro do turismo sobre as belezas naturais, bem como pela volumosa arrecadação de seu comércio, construção civil, rede hoteleira, bancária e, expressivamente, pelos impostos derivados de miríades de prédios de apartamentos.

BRIOZOÁRIOS

Vale lembrar que a praia volta e meia é tomada por toneladas de briozoários, algas filamentosas etc., em cenário degradante onde convivem banhistas desavisados, varredores e caminhões trafegando perigosamente pela praia para recolher os organismos e lixo.

ABSURDO Momento de crise econômica e a Prefeitura quer gastar mais R$ 85 milhões no alargamento da faixa de areia , licitação vai ocorrer no dia 08/06.

Publicado por Marcelo Achutti em Segunda-feira, 1 de junho de 2020

O vereador Marcelo Achutti-MDB, que fez a pouco uma live no Facebook falando sobre esse assunto disse que irá pedir para o Prefeito Fabrício rever essa situação, por que entende que não é o momento ideal.

“Dia 08 de junho deverá ser realizada a licitação do alargamento da praia!!! Reabriram a licitação “quietos” porque sabem que poderá ter desgaste neste momento! Momento de crise econômica, incerteza quanto aos próximos meses e até anos…então será que deveria ser prioridade investir esse 85 milhões no alargamento neste momento…é empréstimo, mas terá que ser pago nos próximos anos!! O município deverá ter dificuldades para fechar as contas até o final do ano, com possibilidade claras de atrasar pagamentos!! Será que o pagamento das parcelas deste empréstimo nos próximos anos não comprometerá o investimento nas áreas da saúde, educação, segurança.”
Disse o vereador Achutti

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *