Autoridades e conselheiros discutem situação do Centro de Apoio Adão da Rosa, em Camboriú

A semana começou reunindo autoridades para tratar do Centro de Apoio à Família Adão da Rosa, no Conde Vila Verde, conhecido popularmente como PETI. A unidade apresenta problemas na estrutura por falta de manutenção, além de não possuir equipe mínima para o desenvolvimento das atividades de convivência e fortalecimento de vínculos, o que pode ocasionar a perda de recursos do Governo Federal. Toda essa situação foi identificada pelo Vereador John Lenon Teodoro (PSDB), que diante desses acontecimentos, propôs uma reunião com o Conselho Municipal de Assistência Social, Conselho Tutelar e a Secretária de Assistência Social, Andreia de Souza. Também participaram da reunião a Dra. Karina Muller Queiroz de Souza, Juíza da 1ª Vara Cível de Camboriú, além do Vereador Adriano Gervásio (PSDB).

Segundo o Vereador John Lenon, o objetivo do encontro foi reunir diversos órgãos públicos para debater e buscar soluções para as dificuldades encontradas.

“Alternativas e recursos existem, por isso buscamos todos os órgãos envolvidos e debatemos sobre as possíveis soluções, para que a Gestão Pública tome providências.” Comentou o parlamentar.

Para os conselheiros tutelares o funcionamento da unidade é fundamental, pois serve de suporte ao trabalho que desenvolvem. Na oportunidade, o presidente do Conselho Tulelar, Diego Raphael Rocha Pereira, comentou que hoje existe uma demanda muito grande na fila de espera aguardando atendimento, e terceirizar o serviço seria uma excelente alternativa. Tanto o Conselho Municipal de Assistência Social quanto a Secretária da pasta, Andreia de Souza, ouviram as sugestões dos parlamentares e conselheiros tutelares e se comprometeram em resolver a situação nos próximos dias.

A Juíza Dra. Karina Muller Queiroz de Souza parabenizou a iniciativa dos parlamentares, defendeu o trabalho dos conselheiros tutelares e se colocou à disposição para debater e acompanhar as políticas públicas no município, solicitando maior brevidade nas ações por parte da administração municipal.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *