Algas marinhas escurecem água na praia central em Balneário Camboriú

Diretora de Desenvolvimento Ambiental da cidade afirma que local está próprio para o banho

Aumento de algas marinhas pode ser a causa de mancha escura no mar de Balneário Camboriú

A praia central em Balneário Camboriú teve seu visual alterado nesta segunda-feira (23), e o motivo foi o aparecimento de algas marinhas. A alta concentração deixou a água com tom mais escuro que o normal, e chamou atenção dos frequentadores.

A explicação está na chuva dos últimos dias, o que ampliou a vazão dos rios e, consequentemente, aumentou a variedade de nutrientes dos quais as algas se alimentam. A alta temperatura próxima à praia ajuda na propagação do fenômeno, que é considerado normal.

“A prefeitura acompanha esse fenômeno que ocorre por aqui desde 2004. É um fenômeno natural e que também acontece no mundo todo. Assim que elas arribam na praia, a Secretaria de Obras retiram esses organismos”, explicou a diretora de Desenvolvimento Ambiental do município, Eduarda Montibeller.

O aparecimento das algas marinhas na praia central não inviabilizam ou alteram o grau de balneabilidade. De acordo com a diretoria, o risco à saúde inexiste.

“Nossas praias estão próprias para banho. Há décadas o pontal norte não dava própria. Os turistas podem entrar na água que não tem problema. As algas estão em pequenas partes e não causam mal”, completou.

O indicie de balneabilidade é medido em nove pontos de Balneário Camboriú e todos eles foram considerados próprios para banho nas cinco medições passadas. A última foi realizada no dia 18.

Por G1 SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *