Águas de Bombinhas orienta: resíduos de esgoto e água da chuva não devem ter o mesmo destino

Você sabia que a chuva pode impactar o sistema de esgoto da cidade? O que muitas pessoas não sabem é que a água da chuva não pode ser direcionada para as tubulações de esgoto – estas ligações são irregulares. Por isso é fundamental que os moradores conheçam as ligações internas de seus imóveis e fiquem atentos a cuidados básicos relacionados ao saneamento.

 

O primeiro ponto é entender que o esgoto (resíduos provenientes do vaso sanitário, chuveiro, pias do banheiro e da cozinha, etc) não devem ser misturados com a água da chuva, que escorre pelo telhado ou calhas. Conforme Gabriel Fasola, coordenador de operações da Águas de Bombinhas, os moradores devem se certificar de que estas interligações estão organizadas em estruturas separadas dentro de casa.

 

“A água da chuva não pode ser ligada na rede de esgoto, esta é uma irregularidade que prejudica todo o sistema. A consequência desta ‘mistura’ de resíduos é a sobrecarga das redes de esgoto e extravasamento nos pontos de inspeção (PI) e pontos de vistoria (PV) em períodos de chuvas”, explica o coordenador.

 

Além de prejudicar o meio ambiente, esta sobrecarga também afeta o sistema de tratamento de esgoto, já que para o processo ocorrer de forma adequada é necessário uma concentração dos resíduos. “A população também pode fazer a sua parte para proteger o sistema e evitar a sobrecarga. É importante que as moradias onde ainda não passa a rede de saneamento tenham caixa de gordura sempre limpa e adequada para o seu imóvel”, explica. “Além disso, reforçar sempre que a água que escoa das calhas nunca deve ser conectada no sistema de esgoto”, completa Gabriel. Outras atitudes também podem ajudar a preservar o sistema de saneamento da cidade, como não jogar lixo nos vasos sanitários (para evitar entupimentos).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *