Vigilância Sanitária do Estado interdita leitos da UTI do Hospital Marieta

Motivos foram falta de estrutura mínima e de profissionais em número suficiente. A Vigilância Sanitária do Estado interditou uma das unidades de terapia intensiva do Hospital Marieta Konder, em Itajaí, no Vale, por falta de estrutura mínima e de profissionais em número suficiente para que funcione como uma UTI.

Atualmente, nove pacientes estão internados na UTI da Unidade Padre Pio, no hospital. A fiscalização da Vigilância Sanitária foi no dia 16 de maio, quando havia 13 pessoas internadas naquele local. Os fiscais determinaram a redução para 9 leitos e pediram adaptações, que não foram feitas.

Os nove pacientes internados precisam ser transferidos, mas não há vagas. Conforme eles receberem alta, a unidade será esvaziada. Há paciente, por exemplo, esperando para fazer operação por não ter vaga disponível na UTI para recuperação pós-cirúrgica.

Em outra unidade do hospital há 25 leitos de UTI, que também estão lotados.

Outro lado

Em nota, o hospital informou que a UTI em questão atendeu mais de 1,8 mil pacientes em 14 meses e que nesse período funcionou por meio de acordo firmado com o município e com o estado. Para fazer as alterações solicitadas pela Vigilância, o Marieta diz que precisa de R$ 4 milhões e que não tem esse recurso no momento.

Via Itajaí Extra Notícias

Vem aí ‘JANELÃO NA PRESSÃO’ WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *