Reciclagem em Balneário Camboriú teve em junho o maior crescimento comparativo

Separar os resíduos é obrigação de todos, vital para o processo de reciclagem, proteção do meio ambiente e redução dos custos futuro de disposição dos resíduos.

A coleta de resíduos para reciclagem aumentou 42% em junho em relação ao mesmo mês no ano passado, sendo este o melhor resultado do ReciclaBC desde que o programa teve início em janeiro.

O crescimento é consistente, registrando 24,41% na média no trimestre abril-junho, indicando que os investimentos em caminhões, pessoal de coleta, divulgação e sensibilização ecoaram na comunidade que é fundamental para o sucesso da separação dos resíduos para a reciclagem.

Separar e reciclar resíduos é vital para a proteção do meio ambiente e redução dos custos futuros de deposição de resíduos, através do prolongamento da vida útil do aterro sanitário.

Todo o material coletado é entregue gratuitamente a cooperativas de reciclagem, proporcionando trabalho e renda a partir do que seria considerado “lixo” descartável.

REFORÇO

A infraestrutura atual de coleta é robusta e inédita, tem oito caminhões com quatro funcionários cada um, trabalhando em dois turnos para percorrer todas as ruas da cidade, casa por casa, edifício por edifício, ao menos uma vez por semana.

Para comparação, até o ano passado havia apenas duas equipes trabalhando em turno único.

A coleta dos reciclados ocorre em dias específicos para cada região. Uma tabela disponível em www.reciclabc.com.br está sempre atualizada para informar a população. O auxílio ao usuário também é oferecido pelo WhatsApp (47) 99647.9495

SENSIBILIZAÇÃO

Equipes da Ambiental Limpeza Urbana e Saneamento Ltda. efetuam o serviço de sensibilização, o contato direto com moradores para mostrar a importância de separar os resíduos para a coleta diferenciada.

A educação do município também está engajada nesse esforço, abordando o tema nas salas de aula e abrindo espaço para palestras sobre reciclagem.

As 827 visitas domiciliares de sensibilização em edifícios e comércios realizadas em junho, mostraram que ainda há espaço para aumentar a reciclagem pois quase um terço dos entrevistados ainda não faz a separação dos resíduos.

Perguntas e respostas sobre o ReciclaBC

Pergunta: ainda não faço parte da coleta seletiva, como posso participar?Resposta: verifique o dia que o caminhão passa em sua rua e coloque os recicláveis para serem recolhidos.

Pergunta: qual o dia que o caminhão passa na minha rua?
Resposta: a tabela está sempre atualizada em https://reciclabc.com.br/coleta/

Pergunta: a mesma equipe recolhe o lixo comum e o reciclável?
Resposta: não, são equipes e caminhões diferentes que recolhem em dias e horários distintos.

Pergunta: já vi o caminhão misturar lixo comum com o reciclável, por qual motivo isso ocorreu?
Resposta: o reciclável deve ser posto para recolher somente no dia de passagem do caminhão específico, para evitar que o coletor confunda os resíduos.

Pergunta: quais resíduos são recicláveis?
Resposta: basicamente plásticos, vidros, metais e papéis limpos. Fraldas descartáveis e papel higiênico usado não são recicláveis. Lâmpadas fluorescentes, cartuchos de impressoras, pilhas, baterias e aparelhos eletrônicos devem ser entregues onde foram comprados, pois fazem parte da logística reversa.

Pergunta: como devo separar o reciclável?
Resposta: os resíduos devem ser separados em lixo comum e reciclável. No dia da coleta o reciclável deve ser posto para recolhimento pela equipe específica.

Pergunta: o que é feito com os recicláveis recolhidos?
Resposta: são entregues para cooperativas de reciclagem da região. Está prevista para 2020 a construção de uma Central de Valorização de Materiais, na Várzea do Ranchinho, onde as cooperativas poderão trabalhar e aumentar a renda proveniente dos recicláveis.

ReciclaBC – WhatsApp 99647.9495

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *