Bombeiros levam duas horas para socorrer caminhoneiro de Camboriú que ficou preso às ferragens

Calinho foi encontrado preso às ferragens, irresponsivo e respirando com dificuldade.

Acidente grave demandou cerca de duas horas de trabalho dos Bombeiros para retirar a vítima que é de Camboriú e ficou presa às ferragens.

O desencarceramento de um motorista que ficou preso às ferragens de um caminhão, durou cerca de duas horas, na tarde deste sábado (20), na rodovia geral Rio Mandioca, no bairro Rio das Pacas.

Calinho – Caminhoneiro de Camboriú

A ocorrência foi atendida pela guarnição dos Bombeiros de São Bento do Sul, por volta das 17h45.

A vítima, A.C.C. conhecido como Calinho, de 58 anos, encontrava-se irresponsivo, respirando com dificuldade, preso nas ferragens, aos cuidados dos Bombeiros Voluntários de Corupá que prestaram o primeiro atendimento até a chegada da guarnição de São Bento do Sul.

Foi ofertado oxigênio durante todo o trabalho de desencarceramento, que durou cerca 02 (duas) horas.


Foto: Bombeiros/Divulgação

Após a retirada da vítima das ferragens, foi realizado os procedimentos de APH (Atendimento Pré-Hospitalar), colocado o colar cervical e dado como prioridade o transporte com urgência da vítima ao Hospital Municipal Sagrada Família, de São Bento do Sul.

O veículo que tombou na rodovia era um Volvo/FHL2420, placas JZH 7342 de Camboriú. O motorista estava sozinho no veículo.

Não foi informada as circunstâncias do tombamento do caminhão.

Fotos: Bombeiros/Divulgação   Créditos: Canoinhas Online 

Mande mensagem para nossa reportagem, pelo WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *