Bombeiro voluntário foi morto em uma emboscada planejada por um marido enciumado

O bombeiro comunitário Fernando Seibert Guilland, 27 anos, caiu em uma emboscada e foi assassinado no início da madrugada dessa última quarta feira, no bairro Tabuleiro, em Camboriú. O autor das facadas já foi preso.

O marido desconfiava que o bombeiro estivesse namorando a esposa dele e matou o cara para se vingar, segundo as apurações iniciais da polícia.

Por volta das 21h de terça-feira, uma mulher registrou um boletim de ocorrência na delegacia do Monte Alegre informando que tinha sido agredida pelo companheiro Tiago G.K.

Tiago leu as conversas do WhatsApp entre a esposa e o bombeiro comunitário. Ele agrediu a mulher e furtou o celular dela. Se fazendo passar pela esposa, marcou um encontro com Fernando.

A vítima, sem saber que seria uma emboscada, foi de moto até o local combinado. Na rua Guaraparim, Tiago esfaqueou o bombeiro comunitário até quase ele perder os sentidos.

Fernando foi socorrido por populares e levado ao hospital Ruth Cardoso. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada.

As polícias Militar e Civil foram até o hospital e descobriram quem seria o principal suspeito para o crime.

O acusado foi preso horas depois na casa da mãe dele, também em Camboriú. Ele foi levado pra central de Plantão Policial, onde ficou preso. A arma usada no crime não foi encontrada.

Na audiência de custódia, que rolou na tarde de ontem no fórum de Balneário Camboriú, Tiago teve a prisão em flagrante convertida em preventiva, a pedido do Ministério Público.

Via Paulo Roberto Silva..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *